sábado, 23 de julho de 2011

Receitas turísticas cresceram 8,4% até Maio

Nos primeiros cinco meses do ano, os turistas estrangeiros foram responsáveis por receitas turísticas no valor de 2.590 milhões de euros, mais 200,7 milhões de euros do que no mesmo período do ano passado, segundo os dados divulgados ontem pelo Banco de Portugal.
A subida das receitas do turismo até Maio representam um crescimento de 8,4% face aos primeiros cinco meses do ano passado, confirmando assim “a consolidação do crescimento do turismo em Portugal”, sublinha o Turismo de Portugal (TP) em comunicado.
Como lembra o TP, há cerca de uma semana “também o INE (Instituto Nacional de Estatística) dava conta de desempenho positivo dos indicadores “hóspedes” (+ 9,9%) e “dormidas” (+12%) até Maio, em linha com os objectivos traçados no Plano Estratégico Nacional do Turismo”.
Os resultados apurados até Maio vieram ampliar em 14,4% o saldo positivo da balança turística, “confirmando o crescente contributo do sector turístico para a economia nacional e o equilíbrio das contas externas”, congratula-se o TP, acrescentando que, só em Maio, as receitas aumentaram 7,4%.
Para o TP, mercados como Reino Unido e França foram dos que mais contribuíram para o crescimento das receitas turísticas, destacando que, em Maio, as receitas provenientes dos turistas britânicos cresceram 14,8% (mais de 17 milhões), enquanto as deixadas pelos franceses aumentaram 7,9% (7,2 milhões), em comparação com igual período do ano passado.
“O aumento das receitas confirma as conclusões do estudo “Satisfação de Turistas”, recentemente realizado para o Turismo de Portugal, o qual revela que o País está a conquistar novos turistas estrangeiros, mais sofisticados e mais surpreendidos pela qualidade da oferta turística”, sublinha o TP.
Em jeito de conclusão, o TP relembra que “o Turismo é hoje a principal actividade exportadora nacional, tendo representado, em 2010, 14% das exportações de bens e serviços e 43,3% das receitas de exportações de serviços”.
I.M

Fonte: Turisver

domingo, 26 de junho de 2011

Turismo Rural: Porquê?

Quem já fez turismo rural sabe que este é um tipo de turismo muito especial.

Em Portugal os espaços de turismo rural têm vindo a aumentar nos últimos anos, e atualmente a oferta abrange praticamente todo o território nacional.

Nos últimos 10 anos o número de espaços de turismo rural quase que duplicou em Portugal.

A oferta é agora muito mais diversificada de norte a sul do país, com ofertas de turismo rural no Alentejo, região do Douro, Minho, Algarve, etc.

Turismo Rural: Porquê?

Já lhe aconteceu chegar ao final das suas férias, e sentir-se mais cansado e stressado do que quando as iniciou?

A altura das férias deve ser aproveitada para estar com a família e para sacudir o stress de todo um ano de trabalho.

E para descansar, a melhor forma é passar uns dias revigorantes num espaço de turismo rural.

Informe-se sobre as ofertas disponíveis, as atividades, os locais a visitar, e passe uns dias tranquilos em comunhão com a natureza.

Para saber mais sobre espaços de turismo rural visite o Site Turismo Rural.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

domingo, 9 de janeiro de 2011

Actualização.

Queiram desculpar a desactualização do blog. Retomarei brevemente a actualização turística e possivelmente com uma pequena alteração no formato do blog.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

5000 Casas em 5 redes

15 de Janeiro de 2010 - O Projecto 5000 casas em 5 redes é uma iniciativa da PRIVETUR, Associação Portuguesa do Turismo no Espaço Rural, cujo principal objectivo é revitalizar e ampliar o parque nacional de estabelecimentos TER.

Ler mais


Fonte: turismorural.pt

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Douro, Um Destino Turístico de Excelência

Um bom documentário para um Destino de Excelência bem aqui, no Norte.

Douro:

Um Destino Turístico de Excelência



Fonte: ccdr-n

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Museus e Monumentos

Guia Técnico - Museus e Monumentos - é o resultado de uma parceria entre o Turismo de Portugal, o IGESPAR – Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico, o IMC - Instituto dos Museus e da Conservação e a APAVT – Associação Portuguesa das Agências de Viagens.



Fonte: Turismo de Portugal I.P.